terça-feira, 4 de novembro de 2008

Ad Libidum 102 47 (5ª parte)

Nessa noite, Susan, mais uma vez, não foi com ele que sonhou... Sonhou que estava sentada e a mulher estava completamente nua à sua frente e que lhe dizia "Sou tua". Desta vez pôde ver os seus lábios pequenos e róseos e o seu pescoço. Então a mulher aproximou as pernas da cara de Susan e implorou-lhe "Possui-me".

2 comentários:

Octavio Pérez Molina disse...

hola gracias por el comentario, un saludo mil gracias

ines disse...

bom texto :)